Cubo para Guitarra

Diário de Construção


Quando resolvi criar este Blog, a intenção era tentar recuperar parte do conteúdo das imagens que foram perdidas num tópico que publiquei em 21 de Maio de 2011 no Fórum Handmades sob o título de Diário de construção de um Cubo para Guitarra


Quando comecei a escrever; estava recorrendo ao tópico citado, para aproveitar parte do texto publicado lá, e para minha grata surpresa, enquanto escrevia aqui; tudo voltou ao normal no Handmades. Coloquei uma sequência de fotos mostrando a saga da montagem de um "Cubo para Guitarra".

Por motivos interno no site, as fotos que ficavam hospedadas no próprio haviam se perdido (O problema já foi resolvido).  Como alguns membros solicitaram que eu lhes mandasse por email, então resolvi colocar aqui, de forma que fique mais fácil para aqueles que queiram consultar o projeto.

Vou tentar recriar a sequência em que coloquei as fotos da montagem, e provavelmente não ficará exatamente igual, mas assim mesmo dará para ter uma boa idéia.  Espero que possa ajudar aqueles que queiram montar, ou mesmo ter algumas idéias para montagem.   Ficará aqui uma sequência de fotos, e quando necessário é só recorrer ao link acima indicado para tirar as dúvidas que ainda restarem.

 O Começo

Quando comecei o projeto, a intenção inicial era a construção de um Cubo para Violão para meu filho, já que era o instrumento que ele estava iniciando; mas como há uma certa dificuldade de encontrar na net projetos prontos para violão, ao mesmo tempo que não é tão necessário, já que é mais fácil tocar de forma acústica.  Parti então para construção de um Cubo para Guitarra, pelo fato de que meu filho queria de presente um Guitarra; e como não ia dar para comprar os dois ao mesmo tempo, resolvi juntar o útil ao agradável; neste caso montar o Cubo (Desafio assumido comigo mesmo), podendo assim personalizar ao gosto dele, enquanto eu me divertia com a montagem.  Então aproveitei para documentar com fotos, as etapas de montagem, espero que gostem, pois eu e meu filho gostamos muito do resultado final, que é esta foto acima da abertura.

Obs: nem sempre a montagem sai mais barato do que comprar um equivalente comercial; portanto não é apenas uma questão de economia.

Eu não saberia dizer ao certo quanto gastei nesta empreitada, pelo fato de ter praticamente todo o material eletrônico usado na montagem na oficina em que trabalho (sou técnico em eletrônica).   Comprei apenas o gabinete de madeira, que mandei fazer por um marceneiro, alça, cantoneiras e miscelânea como tintas e fita crepe.

 
Esta é a foto inicial do ponto de partida.  Todo o material reunido.  A única diferença é que as cantoneiras plásticas usadas foram trocadas por outras com "cantos" arredondados que ficaram com melhor visual.

Foi usado um alto-falante de 8" que eu acho que seja de 40W (está apagado o selo) da arlen antigo e recondicionado que eu já tinha.

O transformador foi doado por um micro-system; primário 127/220V e secundário 16,5V + 16,5V x 3A.

Eu iria publicar o artigo todo de uma única vez, mas como o tópico no Handmades já voltou ao normal, vou fazer isto por partes para não ficar tão cansativo.

Aqui vai uma mostra do cubo depois de pronto...



O Gabinete

Segue abaixo duas fotos do gabinete da forma como recebi do marceneiro, antes de começar a lixar e pintar.  As medidas são: 35cm de altura, 28cm de largura e 20cm de profundidade.


Dá para notar nitidamente, que há uma mistura de materiais, nesta caixa; as laterais, fundo e tampo superior foi usado compensado de 15mm, e a parte frontal e traseira, foi usado mdf de 20mm.  Aqui cabe uma observação: na parte traseira foi cometido um engano, no ponto onde tem a parte fechada, deveria ser aberto, e nas partes abertas, deveria ser fechada.  A pessoa que executou o serviço teve um "pequeno" erro de interpretação do rascunho que lhe entreguei, mas enfim...

Preparando para Pintar

Aqui eu cometi um erro bem básico, após lixar a madeira da caixa, apliquei diretamente na madeira, a tinta branca, sem antes usar o selador para madeira; o resultado ficou muito ruim, além de ter ficado muito áspero, toda tinta que era aplicada, a madeira se encarregava de sugar.
Então resolvi lixar tudo de novo e preparar para nova pintura.  Conversando com alguns amigos e explicando o que tinha feito, ouvi muitos palpites de como deveria fazer, e a escolha recaiu por usar massa plástica para corrigir as irregularidades, e assim foi feito.

Nesta etapa, arrumei uma ajudante para fiscalizar o que eu estava fazendo...


 Nesta três fotos acima, dá para ver bem as irregularidades da pintura a que me referi, quando a tinta foi aplicada sem nenhum tratamento da madeira.  Como sou meio preguiçoso, nesta parte de lixar, passei logo uma lixa nº 80 para remover tudo, apliquei massa plástica (o famoso plastic, usado na pintura de autos), e aí sim caprichei; usei várias lixas até tirar todo o excesso de massa plástica, e corrigir todas irregularidades e deixar bem lisinho.

Obs: A madeira deve ser lixada com lixas nº100, 150 e finalizando com 220, após retirado todo pó, aplicar duas demãos de seladora para madeira, esperar secar bem, dar uma outra lixada com uma lixa mais fina que a 220 e aplicar mais duas demãos de seladora antes de pintar.

Mascarando para Pintura

Esta foi a parte mais difícil da pintura, procurei caprichar, para não cometer erros, e ter que fazer de novo.

Nesta primeira parte do mascaramento, passei duas camadas de fita crepe em volta do gabinete, só a frente e traseira ficou sem fita.


Após ter aplicado a fita em volta do gabinete, coloquei as quatro páginas tamanho A4 impresso em impressora jato de tinta com o motivo escolhido, voltei a passar fita crepe agora em todo o gabinete, isolando totalmente o fundo branco e o motivo aplicado.

Começando a Pintura

Aqui começa a pintura propriamente dita; para aplicar a cor vermelha, foi só usar o estilete e régua de aço, para recortar  e retirar a cor correspondente impressa na folha A4 que está envolvida pela fita crepe. 



Assim ficou após a aplicação da primeira cor


Para aplicar a segunda cor; o azul, o processo é o mesmo, isola-se o vermelho que acabou de ser pintado, e recorta-se o azul, e mais jet nela...
 





Aqui está o resultado, após retirado a mascara após a aplicação final da segunda cor.







Notem que não ficou tão perfeito o casamento dos motivos, principalmente onde se juntam nos cantos, mas isto não vai fazer muita diferença no resultado final, pois quando colocar as cantoneiras, elas irão disfarçar qualquer imperfeição.

E aqui está o resultado final do gabinete, após colocar as cantoneiras, que eram pretas, e foram pintadas de azul para não destoar do restante...






Para finalizar, coloquei um adesivo que foi feito com transparência adesiva para jato de tinta, e aplicado três demãos de verniz incolor para proteger.  As tintas e verniz são da marca Suvinil multi-uso.

 Espero que tenha gostado desta parte.  Aqui chegamos ao fim da construção do gabinete, e nas próximas postagens, vamos dar início a construção da parte eletrônica com a montagem do amplificador...


 

Montagem do Amplificador - Parte Eletrônica

A partir de agora vamos começar a montagem do amplificador em seu gabinete metálico.  Foi usada uma caixa com as seguintes medidas: 25cm de largura, 17cm de profundidade e 7cm de altura.  Abaixo uma foto da caixa antes da furação.



Aqui uma foto da caixa com a furação já pronta




Aqui uma foto da placa do amplificador já montado, para orientar a montagem.




Verificando a furação



Acomodando dentro da caixa



Adicionando o transformador



Aqui uma amostra do primeiro layout do painel frontal, que só depois de pronto foi que o Fernado Bello, um membro do fórum Handmades notou que eu tinha grafado errado a palavra IMPUT em vez de INPUT, e tive que fazer de novo.








Após a correção, também foram escolhidos outros Knobs, para ficar mais próximo do padrão de cores adotado.

E aqui está o resultado final, após colocar a caixa do amplificador dentro do gabinete.
















Bem; agora que terminei todo o projeto, vou adicionar um link do arquivo pdf (é só clicar no link) que inclui o esquema elétrico, o layout da placa de circuito impresso, assim como o guia de montagem e lista de componentes, caso alguém queira se aventurar a montar um...

Cabe aqui algumas informações adicionais:

1º - O projeto inicialmente era para ter 10W ou 15W de potência, e usando um transformador de 12V+12Vx1,5A ou 2A para ser considerado um amplificador de estudos.

2º - Como o transformador que eu tinha disponível era de 16,5V + 16,5V x 3A, que foi aproveitado de um microsystem, e após retificado para fonte de alimentação, passei a ter +21,5V e -21,5V, o que ultrapassa a tensão de segurança para alimentar o integrado de saída (TDA2030) e os integrados da parte do pré-amplificador (CA4558).

3º - Então tive que fazer algumas modificações; a primeira foi trocar o integrado de saída por um integrado que suportasse o aumento de tensão (TDA2050), com isto passei a ter em torno de 25W de potência final.  Os resistores de 47R foram trocados por 220R, e adicionado 2 zener de 15V por baixo da placa, para garantir a integridade dos integrados pré-amplificadores (CA4558).

Caso alguém deseje montar com o TDA2030 na saída é só usar transformador de 12V+12V e seguir o projeto a risca.

Espero que tenham gostado do resultado final.  Vou adicionar mais alguns vídeos de amostra do Cubo em funcionamento.

As gravações foram feitas usando uma camera digital FUJFILM Finipix S2800HD, que não é apropriada para este fim; primeiro pelo fato de captar além do som do aplificador, captar também todo som ambiente, como por exemplo o barulho do ventilador de teto, e além disto esta camera tém um defeito que é captar o barulho do próprio motor quando o zoon é acionado.  Fora isto acho que dá para ter uma ideia do som do amplificador.




Não poderia deixar de agradecer ao meu amigo Rodrigo, o guitarrista que se prontificou a testar o Cubo para mim...

E aqui o resultado; a alegria do meu filho Junior, acompanhado do seu Kit Felicidade...



Finalizado.

 

                                      





 

57 comentários:

  1. Boa noite Alfredo!
    Há algum e-mail em que eu possa lhe mandar uma técnica que utilizo para fazer o circuito do hi-octane para que você poste por mim no handmade, visto que não tem como criar novos usuários ?
    Meu e-mail é ispadoto ([arroba)] gmail.com
    Digo isso pq a transferencia térmica do desenho do circuito é difícil e esta que utilizo é bem simples e tão barata quanto!

    Abraço,

    Iberê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comstock; Obrigado pela visita!

      O cadastro no "Handmades" deixou de ser automático, mas não têm nenhum mistério; para se cadastrar, escolha um dos administradores da Equipe Handmades e lhe envie um e-mail solicitando o cadastro, desta forma você passará a fazer parte da família.

      Boa sorte, quaquer dúvida é só retornar.

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  2. Aí está o problema Alfredo...
    O e-mail não é uma informação pública...
    Foi graças a sua nota de rodapé que apareceu em um dos posts lá que consegui contato...
    Poderia me fornecer o e-mail de algum deles ?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Alfredo, tudo bem?

    Estou comprando os componentes para montar esse cubo, mas pretendo fazer dele um cabeçote, visando montar um Baby Wonder posteriormente... rsrs

    Minha dúvida é, qual a impedância de saída para o falante?

    Abraços.
    Thiago.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thiago, tudo bem?

      Vamos lá; este foi montado com um falante de 8" e 8 ohms de impedância.

      Mas nada impede de usar 4 ohms, neste caso a potência final tende a aumentar, assim como a corrente exigida do transformador, e consequentemente o integrado de saida irá esquentar bem mais.

      Preferêncialmente usar 8 ohms.

      Qualquer dúvida é só falar.

      Boa sorte na montagem,
      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  4. Alfredo, muito obrigado pelo retorno.

    Tenho também a mesma dúvida do amigo que postou antes de mim. Conheci o seu projeto atraves do site handmades.com.br, e gostaria de me cadastrar no site, pois tenho duvidas que gostaria da ajuda do pessoal do site, com relação aos pedais e a eletronica também. Como faço para me cadastrar no site.

    Desde já agradeço.
    Thiago Feitosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como explicado antes, é só mandar um email para um dos administradores e solicitar o cadastro. Como os emails de alguns admin não são públicos, já respondir para seu email...

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Alfredo, me perdoe se estou sendo repetitivo, mas como não recebi seu email, segue meu contato.
    thiago.feitosa2 ([arroba]} gmail.com

    Desde já, agradeço.
    Thiago Feitosa.

    ResponderExcluir
  7. Olá Alfredo,meu email é lucas.machado.junho@gmail.com

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. ola tudo bem? voce usou qual programa pra fazer o painel frontal?
    tem como voce postar um video sobre?.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jucineide, obrigado pela visita!

      O programa usado foi o Corel, e impresso em transparência adesiva para impressora jato de tinta. Depois de impresso e aplicado foi dado algumas demãos de verniz. Antes disto a frente do painel foi pintado de branco, para dar contraste as cores vermelho e azul.

      No momento não poderei postar um vídeo sobre como fazer; mas acho que não têm nenhum mistério. Caso vá fazer algo semelhante, basta usar um programa editor gráfico de sua preferência, imprimir em transparência, laser ou jato de tinta (de acordo com sua impressora) e aplicar. Outra solução que daria melhor acabamento seria mandar imprimir em adesivo vinílico, em uma gráfica rápida.

      Caso reste alguma dúvida, fique a vontade para perguntar.

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  9. Primeiro parabéns pelo belo trabalho.
    Resolvi fazer este amplificador também. Comprei os componentes e falta fazer a pci. Mas ai encontrei um problema.
    Não tenho como fazer por transferência térmica. Como tenho uma CNC costumo fresar as placas mas este layout está com trilhas muito finas o que torna difícil fresar sem que a trilha se desmanche.
    Ao importar o pdf no inkscape ele vem vetorizado o que facilita bastante.
    o método de fresar funciona muito bem mas há limitações.
    Por acaso você não teria o esquema editado no Eagle ou outro programa para eletrônica? Assim eu poderia refazer o layout com trilhas mais grossas e facilitaria muito. Se não, eu vou ter que editar o esquema no Eagle, o que pode acarretar em erros e um trabalhão terrível.
    Minha guitarra também foi feita na mesma CNC. Agora falta a caixa para estudo.
    Grato desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita.

      Desculpe-me, mas não tenho os arquivos, em Eagle ou outro editor de eletrônica. Como este amplificador começou como um clone, e que depois foi melhorado um pouco, os arquivos que tenho são em corel, onde depois de "scaneado" foi vetorizado e editado, e posteriormente gerado o PDF para o pessoal que usa transferência térmica.

      A minha placa eu fiz com a resina FASTPCB, que facilita bastante, onde há trilhas finas ou muito próximas.

      Caso eu possa ajudar de outra forma é só falar!

      Dei uma olhada no seu blog; parabéns pelas obras de artes. Também tenho vontade de montar uma CNC, e tenho um projeto iniciado, e parado a muitos anos.

      Não vi lá a guitarra que você comentou, tem algum link?

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  10. Alfredo, bom dia.

    terminei a montagem do amplificador, mas ele não funcionou, o led não acendeu e saíram algumas faiscas em baixo dos diodos de retificação.

    saberia me dizer o que eu posso testar para ver onde errei?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Thiago.

      Antes de mais nada; o layout é funcional, e portanto para analisar melhor seria interessante se você pudesse mandar algumas fotos, preferencialmente, nítidas, por cima e por baixo.

      Antes de mais nada; verifique a posição dos diodos, se não estão invertidos (use as fotos postadas como referência).

      Outra coisa que tem que ter bastante atenção, é quanto ao integrado de saída; o mesmo não deve ser aparafusado direto no dissipador de alumínio. Lembre-se que tem que ter a mica isolante, e bucha isolante no parafuso.

      Como aqui você não vai poder postar fotos, manda para meu e-mail: alfredopadrao(arroba)gmail.com

      Mantenha contato!

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  11. Bom dia Alfredo.

    Já adianto que não sabia da mica e da bucha isolante entre o transistor e o dissipador, pode ser que ele tenha fritado, os diodos eu conferi com a foto da sua montagem e estavam iguais, eu inverti a polaridade dos capacitores maiores, que vão no centro da placa, pode ser que tenha dado algum problema por isso.

    A noite eu tiro as fotos e te envio.

    Desde já agradeço a colaboração!

    Abraços,
    Thiago.

    ResponderExcluir
  12. Thiago,

    É bem provável que tenha danificado o integrado de saída. Quando não é colocado a mica e a bucha isolante, o pino 3 do integrado, que é internamente ligada na aleta dissipadora do integrado, vai ficar diretamente "aterrado". Sendo que o pino 3 deste integrado é onde recebe a "alimentação" negativa da fonte.

    Assim como os capacitores principais da fonte que foram ligados invertidos, não são mais confiáveis, e devem ser descartados, pois mesmo que funcionem a princípio; como sofreram sobrecargas, no futuro vão introduzir ruídos (ronco).

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  13. Alfredo,

    Um dos capacitores estourou, esse eu troquei, agora vou substituir o outro. Quanto a mica, eu usei pasta termica, tem alguma relação?

    Obrigado.
    Thiago.

    ResponderExcluir
  14. Thiago;

    Tem que colocar a mica, e a bucha no orifício do integrado; estes servem para isolar eletricamente, o integrado do dissipador, enquanto a pasta térmica serve apenas para a transferência de calor entre os dois, mas não isola.

    Caso não tenha a mica; retire de alguma fonte de PC, que esteja queimada, aquele isolante (que parece uma borracha cinza) que fica entre os transistores e o dissipador, aproveite e use a bucha de polietileno dos mesmos.

    Caso use o isolante das fontes de PC, não precisa usar pasta térmica, pois os mesmos fazem a isolação elétrica, e transferência térmica.

    Qualquer dúvida, é só falar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  15. OI Alfredo tenho uma duvida sobre o travo , não consegui achar um de 21.5v como o seu mais achei um de 20v tem problema usar esse (2A) ?

    ResponderExcluir
  16. Francisco;

    Quanto a capacidade de corrente do transformador ser de 2A, não é problema, vai trabalhar tranqüilo.

    Veja que o meu transformador, é de 16,5V + 16,5V que após a retificação ficou com em torno de +22,5V e -22,5V, o que me obrigou a trocar os resistores de 47R que limitam a tensão de alimentação para os integrados do pre-amplificador para 220R e acrescentar um zener de 15V em cada ramo da alimentação simétrica.

    Portanto, o transformador a ser usado tem que ficar entre 12V + 12V (antes de ser retificado) ou seja quando ainda em tensão alternada; e 15V + 15V por 2A ou 3A. Se usar transformador de 12V + 12V, não precisa aumentar o valor dos resistores e nem acrescentar os zener; agora caso use transformador de 15V + 15V, use resistores de 220R e acrescente os zener de 15V para limitar a tensão para os integrados 4558 do pré-amplificador.

    Obs: Como este amplificador trabalha com fonte simétrica, não pode trabalhar com transformador de 20V e apenas 2 fios no secundário. Obrigatoriamente o transformador tem que ser do tipo de 3 fios no secundário, ou seja, com center-tape.

    Caso ainda reste qualquer dúvida, é só falar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  17. Opa cara desculpe minha falta de entendimento mais é que sou novo em eletrônica (esse é meu primeiro projeto do 0) só tinha feito até hoje pequenos reparos nunca trabalhei com trafos , então voltando ou assunto u trafo que consegui foi retirado de sucata ele é bivolt no primário e 20V no secundário (dois fios de saida, corrente AC),sabe algum tutorial ou algo do tipo que possa me ensinar a retificar esse trafo ? caso tenha email posso te enviar fotos dele , sobre a amperagem testei em multímetro digital que não é tão preciso ficou entre 1.8 e 2 (A).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só mais uma coisa , come ele não tem center tap usar uma ponte retificadora com 4 diodos não resolveria ?

      Excluir
    2. Não resolveria, pois você teria uma retificação em onda completa, que após o capacitor de filtro lhe daria em torno de +28V em relação ao terra.

      Só que neste amplificador, você irá precisar de fonte simétrica; ou seja uma fonte positiva, e negativa em relação ao terra.

      Neste caso vai precisar de um trafo de 3 fios no secundário. Caso não encontre um na sucata que possa ser usado, sugiro que compre um com as seguintes especificações:
      12V + 12V x 2A se for usar o integrado TDA2030
      15V + 15V x 2A se for usar o integrado TDA2050

      Excluir
    3. cara então eu posso fazer o seguinte desenrolar o secundário e refazer os calculos , e enrolar ele de volta ai posso por o center tap no caso ele tem que fica -15 a +15 não é ?

      Excluir
    4. no caso de re enrola ele para 15+15 é só ligar no circuito do amp ou tenho que fazer um circuito retificador ?

      Excluir
    5. Cara desculpa por tantas perguntas mais iniciante vc sabe como é , acho que essa é a minha ultima duvida qual seria a amperagem minima necessária para esse circuito funcionar corretamente ? essa pergunta é só a titulo de curiosidade mesmo .

      Excluir
  18. Vamos por partes:
    - Francisco; claro que você poderia enrolar o secundário para 15V + 15V que neste caso passaria a ter o center-tape, e neste caso é só ligar no amplificador, pois a ponte retificadora já está incluída na placa. Agora vamos aos poréns: enrolar transformador, não é para qualquer um; veja que não estou dizendo que você não consiga, mas como você disse que é iniciante, não é uma boa começar por transfomador, mesmo que conheça a teoria, talvez o núcleo não dê para este novo secundário, se acontecer algum problema vai ficar difícil de "debugar".

    A corrente "mínima" exigida é de 1A, sendo 2A a ideal. Acho mais interessante comprar o transformador pronto, pois é um ponto a menos a se preocupar.

    Estive olhando os preços de transformadores em lojas virtuais, e eles estão na faixa de R$ 28,00 para os de 2A e de R$ 20,00 para os de 1A.

    Sei como é a ansiedade de iniciante, e as vezes esta vontade demasiada, nos leva a cometer pequenos erros que acaba desanimando de montar um projeto.

    A menos que você tenha muita certeza do que está fazendo, pule a etapa de enrolar o transformador, e parta para compra de um pronto.

    Qualquer dúvida, fique a vontade para perguntar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa alfredo tipo eu meio que tó sendo obrigado a fazer o trafo , pq na minha cidade quase que ñ acho componentes simples , posso compra on line mais pra compesar o valor do frete só comprando os componentes todos na mesma loja , vc conheçe alguma loja que eu possa comprar ? vou montar ele igual o seu com fonte 15v

      Excluir
    2. Então cara tava olhando aqui na loja soldafria tem quase tudo , acho que vou comprar lá , valeu mesmo pela ajuda a só mais uma perguntinha basica vc usou 1 falante de 8 polegadas ficou otimo , mais eu poderia usar 2 falantes de 8 pra deixa ele mais parudo ou o desempenho do circuito vai cair ?

      Excluir
  19. Francisco;

    Acho acertado a escolha pela compra do transformador. Se for usar o integrado TDA2030, use transformador de 12V + 12V x 2A; e se for usar o integrado TDA2050, use transformador de 15V + 15V x 2A. Caso vá usar dois falantes, e neste caso ficaria com 4 Ohms se usado em paralelo, sendo assim use um transformador de 15V + 15V x 3A, e tenha atenção especial no tamanho do dissipador, pois vai esquentar bastante, principalmente de usar no "talo" a maior parte do tempo.

    Não esqueça em especial de usar isolante (mica) entre o integrado e o dissipador, com pasta térmica, e a bucha entre o integrado e o parafuso de fixação.

    Outra observação importante, é que este cubo foi feito com a intenção de ser um cubo para estudo; e que os cubos nesta classe costumam ter potências que variam de 5W a 25W de potência, e caso você queira algo mais potente, vai ter que procurar outro projeto. Mas te digo uma coisa, quando fiz os primeiros testes, usando um falante de 12 polegadas, ele incomodou bastante, apesar de que a intenção não era esta, e por isto a escolha por um falante de 8 polegadas, para ficar algo mais fácil de transportar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  20. Legal cara acho melhor por segurança usar 1 falante de 8 polegadas , mais esse risco de super aquecimento é real ou nem tanto ? Com 1 dicipador maior e uma ventuinha sera que tem risco ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kk eu e minha mania de esquecer de pergunta as coisas , só recapitulando

      1 falante de 8 = trafo 15+15 2A
      1 falante de 12 = trafo 15+15 2A
      2 falante de 8 = trafo 15+15 3A

      Excluir
  21. Exatamente, com dois falantes em paralelos vai aquecer mais, vai ter mais potência, e consequentemente vai exigir maior área de dissipação. E claro que uma ventilação forçada ajuda muito, mas não é imprecindível.

    ResponderExcluir
  22. Massa valeu pela ajuda cara , só tó tendo problema pra achar todos os componentes na mesma loja online , se tiver alguma loja que vs saiba me da a dica .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Problema resolvido 1 amigo meu vai compra em SP e vai mandar pra mim vou compra trafo 15+15 3v inicialmente vou por falante de 8 e depois talvez bote 2x8 ou 1x12 vou testa pra ver qual fica melhor, quando acabar o projeto aviso aqui a vcs o resultado!!

      Excluir
  23. Fico no aguardo, e torcendo por você!

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  24. Uma pergunta, se poder ajudar, o trafo que vc usou era +15v-0-+15v?ou seja tres fios? e a fonte retificadora jah esta na placa? att

    ResponderExcluir
  25. Boa noite Cleomar, e obrigado pela visita.

    O trafo que usei nesta montagem, pode ser visto numa das fotos da parte eletrônica, inclusive está escrito a mão com caneta de retro-projetor.

    O trafo é de 3 fios; sendo 16,5V-0-16,5V quando em AC e sem carga, fornecendo após retificado +22,5V 0 -22,5V simétricos.

    Este trafo não é comercial; foi reaproveitado de um Microsystem Gradiente. O trafo comercial, mais apropriado, seria como você citou o de 15V-0-15V entre 2A ou 3A.

    A fonte retificadora já esta na placa, portanto o trafo deve ser ligado direto na mesma.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  26. Boa Tarde !!!

    Poderia me mandar o projeto completo, com todo o esquema desde o pre. Obrigado
    wagner.ap.silva001@gmail.com

    ResponderExcluir
  27. Olá Wagner, tudo bem?

    Obrigado pela visita no Blog. Enviei para seu e-mail, o arquivo pdf do Cubo para Guitarra; espero que corresponda as suas expectativas.

    Em sua grande maioria, estes pequenos cubos para estudo, o PRÉ e POWER, são montados juntos em uma única placa.

    Qualquer dúvida, fique a vontade para perguntar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  28. Desculpa, reparei um erro o meu E-Mail correto
    wagner.ap.silva.001@gmail.com

    ResponderExcluir
  29. Ola
    alfrefo gostaria de ter o pdf! se possivel
    este e meu email jerfersonlc@gmail.com
    desde ja agradeco

    ResponderExcluir
  30. Jeferson Lima, Obrigado pela visita. Enviei para seu e-mail o pdf com o layout e esquema do Cubo para Guitarra.

    Espero que corresponda a sua expectativa; caso monte o amplificador, deixe um comentário sobre o que achou.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  31. Boa tarde Alfredo. Adorei o seu cubo. Parabéns pelo capricho na execução. Tentei baixar o projeto da parte eletrônica e não consegui por não estar mais disponível para download. Pode mandar para meu email? torres.aju arroba gmail ponto com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ricardo, obrigado pela visita.
      Vou corrigir o link do pdf do projeto, mas de qualquer forma, já lhe enviei para o email indicado.
      Espero que o Cubo satisfaça sua expectativa.

      Abraços,
      Alfredo

      Excluir
  32. Boa noite amigo. Adorei o seu cubo é muito 10. Parabéns pelo capricho na execução. Tentei baixar o projeto da parte eletrônica e não consegui por não estar mais disponível para download. Pode mandar para meu email? cmartins2008@gmail.com. Desde já fico agradecido.

    ResponderExcluir
  33. Mexetudo, Obrigado pela visita.

    O arquivo continua válido para download. Após todas as fotos, onde está escrito "um arquivo pdf" em cor diferente do texto, é um link para http://www.4shared.com/office/RJMAW5Lfce/Amplificador_de_Guitarra.html

    Ainda assim; enviei para seu e-mail o pdf com o layout e esquema do Cubo para Guitarra.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Alfredo, primeiro deixando os parabéns pelo projeto , pela montagem e pelo carinho que compartilhou esse lindo trabalho. Montei o amp , rs , foi meio que na emoção , mas depois com mais calma fui olhando o esquema etc , conversando com outros técnicos etc etc . No meu humilde conhecimento de técnico deparei com algumas coisas ... 1- som meio "anasalado" quando ligado em guitarra com captadores de alta impedância , fui procurar e encontrei 2 capacitores de 1N no operacional ... troquei primeiro por 100p , ai achei que abriu demais um aguado estridente , e cheguei para meu gosto em 470pf . 2- Inicialmente achei meio apagado o reverb pt2399 , ai substitui o resistor no pino ¨6 de 3k9 para 10k . achei que melhorou muito a performance do reverb . 3- os diodos de no pré para "ceifar" ... considerando 0,7 cada diodo , realmente perde-se ganho , substitui por 4 leds . melhorou bastante , mas o ganho mesmo somente depois de substituir o resistor de 3k . Estava aqui impressionado com a qualidade do amp, mas incomodado com o pot de volume ... uma pequena fração e o som lá no alto ... conversando com um amigo técnico ao tel ele disse Log ou Linear? ... ai caiu minha ficha kkkkk , troquei o pot de 20k por log , e melhorou muito essa parte de volume . Mas deixo aqui um grande abraço , agradecendo por ter compartilhado tudo isso aqui no blogger . Parabéns !

    ResponderExcluir
  36. Marcial; obrigado pela visita! Que bom que gostou do amplificador.

    O engraçado é que mesmo sem saber você fez praticamente as mesmas modificações que eu.

    Quando fiz este cubo, ele partiu de um clone de um cubo barato.

    "O Projeto" foi baseado no Groovin G-25R e como já disse lá em cima, foi postado originalmente no fórum www.handmades.com.br em 21 de maio de 2011 em forma de um diário, onde fomos discutindo melhorias, até onde cheguei ao gosto pessoal do meu filho.

    Quando resolvi postar aqui, foi num período em que o fórum ficou fora do ar, e para não perder o conteúdo, postei em forma de Blog em 2013.

    Mas como aqui é em forma de narrativa, fica faltando muito conteúdo do fórum.

    Se não me engano no próprio esquema, eu coloquei algumas das alterações que fiz, como por exemplo, os capacitores de 1nF, eu troquei por 220pF; usei leds vermelhos de 3mm no lugar dos diodos de "clipagem", também troquei o potenciômetro de volume por logarítmico, usei TDA2050, no lugar do TDA2030, entre outras...

    No final, ficou um bom custo benefício. Um cubo bem valente, para classe de estudo, e no final a satisfação de dizer "fui eu que fiz" não tem preço...

    Mais uma vez obrigado.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alfredo,boa tarde ... no meu pdf do amp não tem as alterações ainda , na verdade um amigo que me passou esse pdf e o endereço do seu blogger , talvez ele tenha feito download na época sem alterações . Quanto sua frase "fui eu que fiz" , rs , realmente não tem preço mesmo , e seu filho deve sim se orgulhar do carinho que vc transmitiu e incentiva ainda mais ele ser musico. Musica é uma disciplina maravilhosa, requer dedicação e carinho . Bem, uma coisa que me chamou atenção , Vc usou colocou um tda2050 , e mesmo assim usando um falante de 8" , minha duvida é se não está saturando o falante nos graves da guitarra ? ... pensando aqui em fazer também com 8" , até mesmo para ser leve e um gabinete pequeno . Abraços

      Excluir
  37. Marcial; mais uma vez obrigado!

    O link do pdf com as correções, estão aqui mesmo. Logo após a última foto do cubo finalizado, e antes dos vídeos, o texto que explica as alterações, e que começa com a seguinte frase: "
    Bem; agora que terminei todo o projeto, vou adicionar um aquivo pdf que inclui o esquema elétrico" que inclusive está com erro de grafia "aquivo pdf" e estar em cor diferente, é um link para o pdf; basta clicar em cima dele.

    Nos vídeos, que constam, dá para ter uma ideia do som, antes mesmo das alterações que foram feitas.

    Qualquer dúvida é só falar,

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir
  38. Alfredo Boa noite,
    Gostei muito do seu projeto mais ainda nao manjo do eletronica, queria pedir se voce pudesse enviar no meu email uma lista de materiais e fotos mais detalhadas se for possivel
    grato... jvgomez1907@gmail.com

    ResponderExcluir
  39. Vitor, Obrigado pela visita.

    A lista de material, está contida no pdf do link acima, onde consta também o esquema elétrico e o layout da placa de circuito impresso.

    Este projeto não é aconselhável para quem não tem nenhuma experiência com eletrônica, e outras montagens anteriores.

    É muito frustrante quando você monta alguma coisa, e não funciona; pois vai ficar na dúvida se o problema é do projeto, ou se cometeu algum erro.

    Mas se ainda assim resolver enfrentar o desafio; faça com ajuda de alguém com experiência.

    Se surgirem dúvidas, é só perguntar.

    Abraços,
    Alfredo

    ResponderExcluir

Comente aqui...